BYD e GWM dominam 38,4% das propagandas na TV aberta!

O ano de 2023 foi marcante para o setor automotivo nacional, com a entrada expressiva de marcas chinesas de carros elétricos. Destaque para a GWM e a BYD, que conquistaram espaço e chamaram a atenção do público brasileiro. Segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), o mercado de carros elétricos continuará crescendo em 2024, com perspectiva de atingir vendas de mais de 150 mil unidades, um aumento de 60% em relação a 2023.

No ranking dos modelos mais vendidos em 2023, a BYD Dolphin liderou com 2.868 unidades vendidas, seguida pelo Volvo XC40 (1.279), BYD Yuan Plus (993), Volvo C40 (564) e JAC E-JS1 (370). Esses números mostram o interesse crescente dos consumidores brasileiros por veículos elétricos.

Dolphin Plus: O carro elétrico perfeito para criar momentos inesquecíveis com seus netos
Fonte/Reprodução: BYD.

Mas não foram apenas as vendas que chamaram a atenção no setor automotivo em 2023. As marcas BYD e GWM também aqueceram o mercado publicitário com um grande volume de inserções na TV. De acordo com um estudo realizado pela Tunad, empresa de Inteligência de Mídia, essas duas marcas se destacaram durante o segundo semestre do ano.

A GWM, que já vinha conquistando espaço na TV brasileira desde fevereiro, ampliou consideravelmente sua visibilidade a partir de julho, alcançando seu ápice com 658 inserções ao longo do ano. Já a BYD optou por não realizar anúncios no primeiro semestre, mas iniciou sua campanha de maneira agressiva em agosto, culminando em setembro com impressionantes 2.218 inserções, um número superior ao total anual da GWM.

A maior concentração de inserções ocorreu na PayTV, refletindo o perfil do público-alvo dessas marcas. As duas empresas destinaram 96% do total de suas inserções a essa modalidade específica. Em 2023, a BYD contabilizou 172 inserções na TV aberta e 4.529 na PayTV, enquanto a GWM registrou 81 inserções na TV aberta e 1.981 na PayTV.

Haval H6 2024.
Haval H6 está se tornando uma febre em vendas. Divulgação

A participação das marcas BYD e GWM no total de inserções do setor automotivo na TV Aberta e PayTV de São Paulo demonstrou um crescimento significativo a partir de julho. Neste mês, as duas marcas representaram 7,5% do total de inserções da categoria de veículos. Em agosto, houve um aumento, alcançando 12,3% do total. Esse crescimento foi ainda mais acentuado em setembro, quando BYD e GWM atingiram um pico expressivo, representando 38,4% das inserções no setor.

Além disso, os meses de outubro e dezembro também foram marcantes, representando 14,5% e 10,9%, respectivamente, no total de inserções do setor automotivo na TV Aberta e PayTV de São Paulo. Com esses resultados, a média de participação das inserções no segundo semestre das marcas BYD e GWM elevou-se para aproximadamente 14,5%, contrastando com 1,5% no primeiro semestre, sendo assim, um avanço de 13 pontos percentuais.

Esses dados evidenciam como a indústria automotiva chinesa intensificou suas ações na mídia televisiva nacional, visando capitalizar o crescente mercado de carros elétricos no Brasil durante o ano de 2023. A BYD destacou-se no último trimestre deste ano, consolidando-se como a maior fabricante de carros elétricos. Este feito foi alcançado em grande parte devido à sua intensa presença na mídia, especialmente nos dois últimos trimestres do ano.

“As empresas chinesas fabricantes de veículos elétricos (BYD e GWM) são hoje consideradas greentechs, dada a gama de tecnologia embarcada nos veículos. Elas proporcionam uma nova dimensão e experiência ao consumidor, entregando um produto extremamente inovador e tecnologicamente arrojado, com a integração de inteligência artificial, telecomunicação 5G, IoT, big data e cloud computing”, afirma José Ricardo dos Santos, Co-chairman & CEO do Lide China.

Carro elétrico chines.
O BYD Seal é o mais recém lançamento chines no Brasil, sendo um sedan elétrico de luxo, por menos de 300 mil. Foto: Divulgação

Esse crescimento das marcas chinesas no mercado automotivo brasileiro em 2023 mostra que a China está deixando de ser apenas um polo fabricante de veículos elétricos e se tornando um fomentador de novas tecnologias. O CEO da Tunad, Cesar Sponchiado, destaca que o levantamento foi realizado por meio de um sofisticado sistema de captura de sinal dos canais da TV aberta e PayTV. Além disso, é realizado o cruzamento dos dados para identificar se esses anúncios tiveram impactos em indicadores específicos, como as buscas por palavras-chave no Google.

Essa intensificação das ações de marketing das marcas BYD e GWM na mídia televisiva brasileira reflete o esforço dessas empresas em conquistar o mercado nacional e se tornarem líderes no setor de carros elétricos. Com tecnologia de ponta e estratégias eficientes, elas têm tudo para continuar crescendo e se destacando nos próximos anos.

Avalie esse artigo

Gabriel May Oechsler
Redator online do portal Agora Motor, tem 21 anos e está sempre antenado no universo automobilístico, gosta de esportes, jogos e notícias automotivas. Iniciou sua jornada no site Agora Motor em 2022, trabalhando com pesquisas extensas e escritas de artigos e notícias sobre carros, motos, etc.
Posts relacionados
Notícias China pressiona União Europeia para reduzir taxa de seus carros até dia 4 de julho

A China solicitou à União Europeia que retire a sobretaxa de até 38,1% imposta aos…

Gabriel May Oechsler
Notícias Volvo EX30 está se tornando febre em vendas no Brasil e Europa

A Volvo está alcançando um grande sucesso com seu modelo de entrada, o Volvo EX30,…

Gabriel May Oechsler
Notícias Novo Toyota GR Yaris 2024 é atualizado com motor de 280 cv

A Toyota acaba de lançar na Europa o aguardado GR Yaris 2024, um veículo esportivo…

Gabriel May Oechsler
Notícias GWM está se inspirando na Toyota para ter um bom pós-venda em atendimento e peças!

A importância do serviço pós-vendas é ampliada quando se trata de marcas recém-chegadas ao mercado,…

Gabriel May Oechsler
Notícias Kawasaki Ninja 650 2025 ganha nova cor laranja, confira!

A renomada fabricante japonesa de motocicletas, Kawasaki, lançou recentemente a aguardada versão 2025 da Ninja…

Gabriel May Oechsler
Deixe seu comentário