Chery planeja grande investida no Brasil com três marcas!

A Chery Internacional, montadora chinesa, está prestes a iniciar suas operações independentes no Brasil com o lançamento de três novas marcas. A empresa já está em negociação com concessionárias e planeja iniciar a produção local. Essa operação é independente da Caoa, que adquiriu 50% da filial da Chery em 2017, formando a Caoa Chery.

A O&J (Omoda & Jaecoo), responsável pelas operações da Chery Internacional no Brasil, tem como objetivo lançar os primeiros carros ainda no primeiro semestre de 2024. Os modelos escolhidos são os SUVs J7, da Jaecoo, e C5, da Omoda. É importante ressaltar que esses nomes podem sofrer alterações antes do lançamento oficial.

Chery Omoda.
Omoda é um dos carros que devem chegar no Brasil. Foto: Divulgação

Para acelerar o início das atividades, a O&J está focada nas prioridades iniciais. Além de formar equipes, já estão em andamento as negociações com grupos concessionários, especialmente aqueles que não foram nomeados pela BYD e GWM.

Ao mesmo tempo, a empresa está estudando a melhor logística para importar e distribuir os veículos. Segundo fontes, o Porto de Vitória é uma opção favorável devido às taxas e desembaraço alfandegário oferecidos para importações de veículos. No entanto, essa questão ainda não está definitivamente definida.

A criação de um centro de distribuição também está nos planos, mas será implementada posteriormente. Da mesma forma, a marca de luxo Exeed, anunciada pela Caoa Chery para o Brasil em 2018, só deve chegar ao mercado em 2025.

Guia do Conteúdo

Operação diferenciada da Chery no Brasil

A O&J pretende estabelecer uma operação no Brasil que se diferencie da prática adotada pela Chery Internacional em outros mercados, principalmente em relação ao modelo de operação da rede de distribuidores.

De acordo com informações das revistas Quatro Rodas e Motor1, a Omoda e a Jaecoo planejam iniciar as vendas no mercado brasileiro com 40 concessionárias. Além disso, executivos do grupo automotivo demonstraram interesse em produzir veículos no Brasil e já estão considerando a fábrica de Jacareí (SP), que foi fechada pela Caoa Chery em 2022.

Quanto às motorizações dos carros, a O&J ainda está definindo os detalhes para o mercado brasileiro. Provavelmente, o Omoda C5 será lançado primeiro para competir no segmento de SUVs médios, concorrendo com modelos como o Jeep Compass e o Toyota Corolla Cross, e terá um motor a combustão. A versão elétrica E5 ficará para uma fase posterior.

Já o Jaecoo J7 é um utilitário esportivo de porte maior e provavelmente será disponibilizado apenas nas versões híbridas e elétricas no Brasil.

Avalie esse artigo

Gabriel May Oechsler
Redator online do portal Agora Motor, tem 21 anos e está sempre antenado no universo automobilístico, gosta de esportes, jogos e notícias automotivas. Iniciou sua jornada no site Agora Motor em 2022, trabalhando com pesquisas extensas e escritas de artigos e notícias sobre carros, motos, etc.
Posts relacionados
Notícias Vendas sobem, porém importações bem mais

O Brasil está perdendo a batalha da balança comercial entre exportações e importações de veículos….

Fernando Calmon
Notícias Chevrolet traz ofertas e descontos para o Onix, Tracker e Equinox

A Chevrolet está oferecendo diversas condições especiais de compra e financiamento para aqueles que desejam…

Gabriel May Oechsler
Notícias Hyundai Palisade e outros tem consumo revelado, veja!

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) divulgou recentemente informações sobre alguns futuros…

Ivan Gustavo Willemann
Notícias Fiat Strada Ascende Rapidamente Entre as Top 5 Picapes Novas Mais Vendidas no Brasil

Na primeira quinzena de julho, as vendas de picapes no Brasil continuaram em alta, segundo…

Ivan Gustavo Willemann
Notícias 10 truques para potencializar o desempenho do seu veículo elétrico!

Dirigir um veículo elétrico (VE) oferece inúmeras vantagens, desde economia de dinheiro até redução da…

Ivan Gustavo Willemann
Deixe seu comentário