Edição especial da Suzuki Hayabusa chegará ao Brasil

Na última quinta-feira, durante o renomado Festival Interlagos 2024, a Suzuki revelou ao mundo a edição comemorativa de 25 anos da Hayabusa (GSX-1300R), uma motocicleta que não apenas define o legado da fabricante japonesa mas também se consagra como um ícone no universo das duas rodas.

Para o deleite dos aficionados brasileiros, foi anunciado que o Brasil receberá um lote exclusivo de 60 unidades desta versão especial, todas numeradas e previstas para desembarcar nas concessionárias ainda neste mês de junho. Um detalhe notável é que 80% dessas motocicletas já encontraram compradores antes mesmo de sua chegada oficial, um testemunho eloquente do fervor e lealdade dos entusiastas da Hayabusa no país.

Fernanda Toledo, diretora de marketing da Suzuki, expressou o significado desse marco: “Isso mostra a paixão do motociclista brasileiro pelo modelo e o legado da Hayabusa, não só no Brasil, mas no mundo todo. Esperamos estar aqui, daqui a 25 anos, para comemorar seus 50 anos”.

Hayabusa

A edição de aniversário se destaca não apenas por sua performance invejável mas também pelo visual arrebatador, com uma carenagem na combinação de cores laranja e preta, ajustadores da corrente de transmissão e disco interno do freio dianteiro em cores especiais, além do emblema comemorativo dos 25 anos e um logotipo tridimensional “Suzuki” adornando o tanque.

Guia do Conteúdo

Uma Jornada desde 1968

O primeiro modelo da Hayabusa foi lançado pela Suzuki em 1998 durante o salão Intermot na Alemanha. Equipada com um motor de 1.299 cm³, a moto rapidamente capturou a atenção do público por seu desempenho excepcional e alta potência. Em 2007, a introdução da segunda geração trouxe melhorias significativas, incluindo um motor mais robusto de 1.340 cm³ e o inovador sistema Suzuki Drive Mode Selector (SDMS), permitindo ajustes personalizados das características de saída.

A partir de 2014, a Hayabusa passou por uma expansão global significativa, adaptando-se às preferências do mercado japonês e estabelecendo uma linha de produção e vendas na Índia em 2016. A geração mais recente chegou ao mercado em 2021 com atualizações no motor e chassi, além de incorporar avançados controles eletrônicos como o sistema “SIRS (Suzuki Intelligent Ride System)”, englobando controle de tração e sistemas bidirecionais de mudança rápida.

Atualmente disponível em 48 países e com mais de 200 mil unidades produzidas, a Hayabusa continua a ser uma referência mundial em desempenho, inovação e design.

Com sua rica história e significativa base de fãs globais, a edição comemorativa dos 25 anos da Hayabusa não é apenas uma homenagem à herança da marca; é um marco que reafirma o lugar icônico dessa motocicleta no coração dos entusiastas das duas rodas ao redor do mundo.

Avalie esse artigo

Gabriel May Oechsler
Redator online do portal Agora Motor, tem 21 anos e está sempre antenado no universo automobilístico, gosta de esportes, jogos e notícias automotivas. Iniciou sua jornada no site Agora Motor em 2022, trabalhando com pesquisas extensas e escritas de artigos e notícias sobre carros, motos, etc.
Posts relacionados
Notícias 39% dos donos de carros elétricos querem ter um a combustão!

Em uma revelação surpreendente, aproximadamente 39% dos proprietários de veículos elétricos (EVs) nos Estados Unidos…

Gabriel May Oechsler
Notícias Nova moto de 8 cilindros da GWM terá 154 cv, veja informações!

A indústria de veículos elétricos e híbridos tem ganhado um novo protagonista no cenário brasileiro,…

Gabriel May Oechsler
Notícias Porsche vs Tesla: Marca está pagando para trocar de lado!

Em um mercado de veículos elétricos cada vez mais concorrido, a Porsche adota uma estratégia…

Gabriel May Oechsler
Notícias Novo Fiat Uno 2025? Veja fotos do Fiat Grande Panda!

A Fiat causou sensação ao revelar as primeiras imagens do Grande Panda, seu mais novo…

Gabriel May Oechsler
Notícias Novo VW Tiguan Allspace será revelado final do ano!

Em um lançamento que promete redefinir as expectativas para os amantes de SUVs ao redor…

Gabriel May Oechsler
Deixe seu comentário