Marcas japonesas manipulam testes em veículos e se dão mal!

O setor automobilístico japonês encontra-se sob escrutínio após revelações perturbadoras do Ministério dos Transportes do Japão. Nesta semana, uma investigação conduzida pelo órgão apontou que a Toyota, juntamente com outras quatro renomadas montadoras – Honda, Suzuki, Mazda e Yamaha – estiveram envolvidas em práticas questionáveis durante os testes de certificação de alguns de seus modelos.

O ministério, após realizar inspeções detalhadas nas linhas de produção das companhias, determinou a imediata suspensão das entregas dos veículos implicados. A medida permanecerá até que seja comprovado o cumprimento das normativas de certificação estabelecidas.

A descoberta dessas irregularidades ressalta preocupações significativas quanto à integridade do processo de certificação de veículos no Japão. “É extremamente lamentável que novas irregularidades tenham sido identificadas, já que tais práticas minam a confiança pública e comprometem os fundamentos do nosso sistema de certificação,” declarou o ministério em nota oficial.

Novo Corolla 2024.
Novo Corolla 2024 é revelado. Foto: Divulgação

Este episódio remete ao recente escândalo envolvendo a Daihatsu, uma subsidiária da Toyota especializada em veículos menores. A marca enfrentou problemas semelhantes, tendo que interromper sua produção no país, e apenas recentemente conseguiu retomar as operações plenamente.

Em um esforço para esclarecer a situação, a Toyota realizou uma investigação interna e constatou que sete de seus modelos, incluindo três que ainda estão em linha de produção no Japão, foram submetidos a testes utilizando métodos divergentes dos padrões oficiais. A montadora admitiu que os pedidos de certificação desses veículos continham informações inadequadas relacionadas aos testes de proteção a pedestres e ocupantes, além de erros nos testes de colisão. Contrariamente ao ministério, a Toyota evitou classificar as discrepâncias como “fraude”.

Este incidente não só levanta questões sobre a conduta dessas montadoras no mercado interno japonês mas também pode afetar sua imagem globalmente. À medida que as investigações continuam, consumidores e investidores aguardam por respostas claras e medidas corretivas por parte das empresas envolvidas.

A indústria automobilística japonesa, conhecida mundialmente por sua qualidade e inovação, agora enfrenta o desafio de restaurar a confiança perdida e garantir que práticas transparentes sejam adotadas para evitar futuras controvérsias.

Avalie esse artigo

Gabriel May Oechsler
Redator online do portal Agora Motor, tem 21 anos e está sempre antenado no universo automobilístico, gosta de esportes, jogos e notícias automotivas. Iniciou sua jornada no site Agora Motor em 2022, trabalhando com pesquisas extensas e escritas de artigos e notícias sobre carros, motos, etc.
Posts relacionados
Notícias 39% dos donos de carros elétricos querem ter um a combustão!

Em uma revelação surpreendente, aproximadamente 39% dos proprietários de veículos elétricos (EVs) nos Estados Unidos…

Gabriel May Oechsler
Notícias Nova moto de 8 cilindros da GWM terá 154 cv, veja informações!

A indústria de veículos elétricos e híbridos tem ganhado um novo protagonista no cenário brasileiro,…

Gabriel May Oechsler
Notícias Porsche vs Tesla: Marca está pagando para trocar de lado!

Em um mercado de veículos elétricos cada vez mais concorrido, a Porsche adota uma estratégia…

Gabriel May Oechsler
Notícias Novo Fiat Uno 2025? Veja fotos do Fiat Grande Panda!

A Fiat causou sensação ao revelar as primeiras imagens do Grande Panda, seu mais novo…

Gabriel May Oechsler
Notícias Novo VW Tiguan Allspace será revelado final do ano!

Em um lançamento que promete redefinir as expectativas para os amantes de SUVs ao redor…

Gabriel May Oechsler
Deixe seu comentário