Novo trem permite viagens entre São Paulo e Campinas em 1 hora!

O governo do Estado de São Paulo anunciou no último sábado (7) o lançamento do novo edital do Trem Intercidades (TIC) Eixo Norte, em Campinas.

A proposta tem como objetivo oferecer um projeto ainda mais atraente, com uma tarifa mais justa para os usuários, permitindo que a viagem entre São Paulo e Campinas seja feita em apenas uma hora.

De acordo com o projeto do governo paulista, serão investidos R$ 13,5 bilhões no empreendimento. O leilão de concessão está marcado para o dia 29 de fevereiro de 2024.

O Trem Intercidades proporcionará conforto, velocidade e impulsionará a economia local, além de aliviar o intenso tráfego nas rodovias Anhanguera-Bandeirantes. Segundo o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), essa é apenas a primeira etapa de um projeto que pretende expandir o serviço para outras regiões do estado.

Trem.
Novo trem irá fazer viagens de SP a Campinas em uma hora. Foto: Ilustração

Além da ligação ferroviária entre São Paulo e Campinas, o projeto também prevê a implantação do Trem Intermetropolitano (TIM) entre Campinas e Jundiaí, assim como a concessão da Linha 7-Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

A rota entre São Paulo e Campinas terá aproximadamente 100 quilômetros, oferecendo um serviço expresso entre a Estação Barra Funda e Campinas, com parada em Jundiaí. A duração da viagem será de 64 minutos, com 15 trens operando o serviço.

A tarifa média anual do serviço expresso será de até R$ 50, de acordo com o edital do TIC. O valor máximo estabelecido é de R$ 64.

Em comparação, a tarifa atual de ônibus convencional entre as duas cidades é de R$ 48,75 e a viagem leva uma hora e meia a partir do Terminal Rodoviário Tietê.

Uma das novidades do edital é que o Estado garantirá 90% da receita estimada para a operação do serviço expresso. Caso as receitas provenientes das tarifas ultrapassem em 10% o total previsto, o lucro será dividido igualmente entre o Estado e o operador privado.

Segundo o governo paulista, essas melhorias irão garantir uma receita mínima para a operação do TIC, além de tornar o modal mais competitivo e com um preço justo para os usuários.

Dentro do projeto também está prevista a implementação do TIM, que contará com cinco estações: Jundiaí, Louveira, Vinhedo, Valinhos e Campinas. A linha será operada por sete trens e terá um percurso de 44 km, com tempo estimado de 33 minutos.

A parceria público-privada (PPP) também inclui a concessão da Linha 7-Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que operará entre as estações Barra Funda e Jundiaí.

Com um percurso de 57 km, 17 estações e duração de 61 minutos, cerca de 30 trens que fazem esse trajeto serão transferidos para o futuro concessionário.

A tarifa máxima do TIM será de R$ 14,05, enquanto o bilhete da Linha 7-Rubi seguirá a tarifa pública atual de R$ 4,40.

Esse empreendimento beneficiará aproximadamente 15 milhões de pessoas em 11 municípios, gerando mais de 10,5 mil empregos diretos, indiretos e induzidos, segundo estimativas do governo.

O novo edital também prevê um maior aporte do Estado no TIC Eixo Norte, totalizando R$ 8,5 bilhões, o que representa cerca de 75% do investimento total do projeto.

Anteriormente, o valor era de R$ 6 bilhões. Parte dos recursos virá de um empréstimo de R$ 6,4 bilhões firmado entre o Governo de SP e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Por outro lado, o valor da contraprestação a ser paga pelo governo estadual ao longo dos 30 anos da concessão caiu de R$ 400 milhões para cerca de R$ 250 milhões.

O leilão está aberto para sociedades e outras pessoas jurídicas, brasileiras ou estrangeiras, individualmente ou em consórcio, desde que sejam compatíveis com a participação na licitação e atendam plenamente aos termos e condições do edital.

O critério principal de avaliação será o maior desconto sobre a contraprestação pecuniária máxima. O vencedor será aquele que apresentar a maior redução no pagamento feito pelo Estado pela prestação dos serviços.

Em caso de ofertas de desconto iguais por mais de um licitante, o critério de desempate será a maior redução do aporte do Estado no projeto.

Avalie esse artigo

Thiago Klaumann
Administrador de empresas, profissional de marketing e empreendedor na internet. Fã de Fórmula 1, Stock Car, Moto GP e demais categorias de corridas, é apaixonado por automobilismo desde criança. Piloto de kart nas horas vagas, está sempre antenado em todos os lançamentos do mercado. Atualmente dedica-se à redação do portal Agora Motor, publicando artigos, notícias, pesquisas, testes e conteúdo multimídia sobre o universo automobilístico.
Posts relacionados
Notícias China pressiona União Europeia para reduzir taxa de seus carros até dia 4 de julho

A China solicitou à União Europeia que retire a sobretaxa de até 38,1% imposta aos…

Gabriel May Oechsler
Notícias Volvo EX30 está se tornando febre em vendas no Brasil e Europa

A Volvo está alcançando um grande sucesso com seu modelo de entrada, o Volvo EX30,…

Gabriel May Oechsler
Notícias Novo Toyota GR Yaris 2024 é atualizado com motor de 280 cv

A Toyota acaba de lançar na Europa o aguardado GR Yaris 2024, um veículo esportivo…

Gabriel May Oechsler
Notícias GWM está se inspirando na Toyota para ter um bom pós-venda em atendimento e peças!

A importância do serviço pós-vendas é ampliada quando se trata de marcas recém-chegadas ao mercado,…

Gabriel May Oechsler
Notícias Kawasaki Ninja 650 2025 ganha nova cor laranja, confira!

A renomada fabricante japonesa de motocicletas, Kawasaki, lançou recentemente a aguardada versão 2025 da Ninja…

Gabriel May Oechsler
Deixe seu comentário