Veja o que diz o CEO da Voltz sobre a reestruturação da empresa: tem salvação?

A Voltz, uma startup pernambucana de motos elétricas, está passando por dificuldades após acumular atrasos nas entregas, cancelamentos de vendas e processos judiciais.

Fundada em 2017, a empresa ganhou destaque durante a pandemia com suas scooters e motos elétricas vendidas 100% online. Recebeu um investimento de R$ 100 milhões da Creditas e do UVC em maio deste ano para a instalação de uma fábrica em Manaus.

No entanto, um despejo no valor de R$ 2,8 milhões na fábrica foi o ponto de partida para os problemas da Voltz. Os atrasos nas entregas começaram a aumentar e a empresa enfrentou diversos processos judiciais. Em entrevista ao NeoFeed, Renato Villar, fundador e CEO da startup, admitiu que o crescimento rápido foi um erro e que isso contribuiu para a situação atual.

Voltz e Roberto Villar.
Roberto Villar, fundador da Voltz. Foto: Divulgação

Parceiros da empresa também relataram que a gestão amadora e falta de controle financeiro foram fatores que contribuíram para os problemas enfrentados pela Voltz. Além disso, o investimento recebido foi utilizado principalmente para abrir lojas e expandir a equipe, ao invés de resolver os gargalos existentes na operação.

Os problemas na fábrica também foram apontados pelos parceiros como uma das causas dos atrasos nas entregas. A Voltz prometeu um evento para os parceiros no local, mas isso nunca aconteceu. Os prazos das entregas aumentaram e a fábrica nunca entrou totalmente em operação.

A empresa está passando por um processo de reestruturação, cortando despesas e adiando projetos. Atualmente, possui 51 lojas próprias e de terceiros, e cerca de 30 parceiros. A Voltz registrou queda nas vendas neste ano e enfrenta um grande número de processos judiciais em todo o país.

Renato Villar afirma que a empresa está se recuperando e que está em negociação com um player global de carros elétricos para uma parceria. Além disso, estão em busca de novos investidores para uma nova rodada de captação. Villar acredita que a marca ainda é forte e que é possível se recuperar.

No entanto, alguns parceiros e consumidores que antes eram fãs da Voltz agora têm uma visão negativa da empresa. A startup enfrenta um grande desafio para reconquistar a confiança do mercado e dos clientes. Apesar disso, Villar acredita que é possível se recuperar e voltar ao sucesso.

Fonte: NeoFeed

Avalie esse artigo

Thiago Klaumann
Administrador de empresas, profissional de marketing e empreendedor na internet. Fã de Fórmula 1, Stock Car, Moto GP e demais categorias de corridas, é apaixonado por automobilismo desde criança. Piloto de kart nas horas vagas, está sempre antenado em todos os lançamentos do mercado. Atualmente dedica-se à redação do portal Agora Motor, publicando artigos, notícias, pesquisas, testes e conteúdo multimídia sobre o universo automobilístico.
Posts relacionados
Notícias Vendas sobem, porém importações bem mais

O Brasil está perdendo a batalha da balança comercial entre exportações e importações de veículos….

Fernando Calmon
Notícias Chevrolet traz ofertas e descontos para o Onix, Tracker e Equinox

A Chevrolet está oferecendo diversas condições especiais de compra e financiamento para aqueles que desejam…

Gabriel May Oechsler
Notícias Hyundai Palisade e outros tem consumo revelado, veja!

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) divulgou recentemente informações sobre alguns futuros…

Ivan Gustavo Willemann
Notícias Fiat Strada Ascende Rapidamente Entre as Top 5 Picapes Novas Mais Vendidas no Brasil

Na primeira quinzena de julho, as vendas de picapes no Brasil continuaram em alta, segundo…

Ivan Gustavo Willemann
Notícias 10 truques para potencializar o desempenho do seu veículo elétrico!

Dirigir um veículo elétrico (VE) oferece inúmeras vantagens, desde economia de dinheiro até redução da…

Ivan Gustavo Willemann
Deixe seu comentário